Estilo de vida

Alerta aos pais: Vapes podem estar envenenando seus filhos com metais pesados para a saúde!

Você sabia que o uso de vapes pode estar expondo os adolescentes a químicos perigosos para a saúde, principalmente dependendo do sabor escolhido? Este dado vem de um estudo publicado na revista Tobacco Control, que investigou a relação entre o consumo de cigarros eletrônicos e a exposição a substâncias tóxicas entre jovens americanos.

Saúde em perigo

O crescimento do vape entre os adolescentes é notório. De acordo com a pesquisa, 14% dos alunos do ensino médio nos Estados Unidos usaram o dispositivo no mês anterior ao estudo. Diante dessa popularidade, cientistas analisaram 1.607 jovens, com idades entre 13 e 17 anos, para entender melhor os riscos associados a este hábito.

Para a análise, os pesquisadores coletaram amostras de urina de 200 participantes, testando-as para detectar a presença de metais pesados como cádmio, chumbo e urânio. Os jovens foram classificados em três grupos com base na frequência de uso: ocasional (1 a 5 dias por mês), intermitente (6 a 19 dias) e frequente (mais de 20 dias).

Os resultados mostraram que os níveis de chumbo eram 40% mais altos entre os usuários “intermitentes” e 30% maiores entre os “frequentes” comparados aos “ocasionais”. Além disso, os “frequentes” apresentaram níveis de urânio duas vezes maiores que os “ocasionais”. Intrigantemente, os vapers que optaram por sabores doces, como chocolate, registraram níveis de urânio 90% mais altos do que aqueles que preferiram menta ou mentol.

Veja:  Milhões cancelam assinaturas de streamings todos os meses! Descubra o porquê e como economizar com essa técnica!

Este estudo destaca que, embora seja evidente a presença de elementos químicos danosos em vapers, a intensidade da exposição pode variar significativamente de acordo com o sabor escolhido e a frequência de uso. No entanto, é importante notar que as diferenças entre marcas de vape, a qualidade das essências e o tipo de vaporizador também influenciam esses resultados.

Os pesquisadores enfatizam que, apesar dos níveis preocupantes de exposição a substâncias tóxicas, mais estudos são necessários para entender completamente as implicações a longo prazo do uso de vape, especialmente porque a presença de urânio também pode estar relacionada a outras fontes, como a dieta ou o ambiente industrial.

Ele é co-fundador do nosso site e um verdadeiro visionário em tecnologia e marketing digital. Com formação em jornalismo a 4 anos, ele combina sua paixão por comunicação com vasta experiência em escrita de blogs para compartilhar dicas práticas do dia a…

Related Posts