Estilo de vida

Chocante: Apenas 73% da Geração Z se considera feliz! Descubra o porquê!

Conheça os resultados surpreendentes de uma pesquisa sobre a felicidade da Geração Z.


Qual o segredo da felicidade para a Geração Z? Uma recente pesquisa conduzida pela Gallup e pela Walton Family Foundation mergulhou nas profundezas desta questão e trouxe à tona dados reveladores sobre o estado emocional dos jovens desta faixa etária nos Estados Unidos. O estudo, envolvendo mais de 2 mil participantes, revela que apesar da conectividade digital e do avanço tecnológico, ela não se considera feliz.

Tristeza na Geração Z

A Geração Z, que inclui indivíduos nascidos entre meados dos anos 1990 e 2010, é notavelmente distinta das gerações anteriores devido ao seu crescimento em um mundo altamente digitalizado e conectado. Esta geração valoriza fortemente a autenticidade, a diversidade e tem um compromisso forte com questões sociais e ambientais. Eles tendem a rejeitar rótulos tradicionais e mostram uma grande flexibilidade em suas identidades pessoais e profissionais.

Os resultados do estudo indicam que apenas 73% dos jovens da Geração Z se consideram “bastante felizes” ou “algo felizes”. Esse número tende a diminuir com o aumento da idade dentro do grupo, sugerindo que o desencanto pode crescer conforme avançam para a vida adulta.

Veja:  6 conselhos poderosos sobre Relacionamentos que ninguém te contou

Mas o que realmente define a felicidade para eles? Segundo a pesquisa, um fator crucial é o sentido de propósito, seja no trabalho ou nos estudos. Mais do que acumular riquezas, esses jovens valorizam a sensação de estarem contribuindo positivamente para algo maior. Zach Hrynowski, um dos autores do estudo, destaca que o aspecto significativo de suas atividades cotidianas é mais relevante do que o salário no final do mês.

No entanto, um desafio significativo surge quando muitos deles se encontram presos em empregos ou rotinas acadêmicas que não consideram inspiradoras ou impactantes. A pesquisa mostra que entre 43% a 49% dos jovens relatam falta de engajamento em suas atividades diárias, um fator que impacta diretamente em sua felicidade geral.

Esses jovens enfrentam também desafios significativos, como a instabilidade econômica e um mercado de trabalho competitivo, o que os leva a valorizar ainda mais a segurança do emprego e a busca por significado e propósito em suas carreiras. A pressão para se adaptar e se destacar pode também ser fonte de ansiedade e estresse para muitos.

Veja:  Quais os animais com maior longevidade?

Além do propósito, a pesquisa aponta a qualidade do sono e o suporte emocional como elementos essenciais para o bem-estar da Geração Z. Aqueles que conseguem uma boa noite de descanso têm chances dobradas de se sentirem felizes, enquanto o amor e o apoio das pessoas próximas também desempenham um papel fundamental. Em contraste, a constante comparação com outros pode ser uma fonte de ansiedade e insatisfação.

Ele é co-fundador do nosso site e um verdadeiro visionário em tecnologia e marketing digital. Com formação em jornalismo há 4 anos, ele combina sua paixão por comunicação com vasta experiência em escrita de blogs para compartilhar dicas práticas do dia a…