Estilo de vida

Esquecimentos diários: O que causa os lapsos de memória?

Lapsos de memória frequentes podem ser causados por diversos fatores.

Você já entrou em uma sala e esqueceu o motivo? Ou perdeu as chaves que estavam na sua mão há poucos minutos? Esses são exemplos comuns de lapsos de memória, pequenos esquecimentos que ocorrem no dia a dia de quase todo mundo. Vamos entender melhor esses episódios e explorar cinco causas comuns.

Cinco causas comuns de lapsos de memória

Lapsos de memória são esquecimentos breves e frequentes, que geralmente envolvem fatos recentes ou ações cotidianas. Eles são diferentes de problemas de memória mais graves, como a demência, e não costumam afetar significativamente o funcionamento diário de uma pessoa. No entanto, quando se tornam frequentes ou intensos, podem ser motivo de preocupação e exigem atenção médica.

Estresse e ansiedade

O estresse crônico e episódios de ansiedade podem afetar adversamente a memória. Quando estamos estressados ou ansiosos, nosso corpo libera hormônios como o cortisol, que podem interferir na capacidade do cérebro de formar novas memórias ou acessar memórias antigas.

Falta de sono

Uma boa noite de sono é essencial para a consolidação da memória. A privação de sono pode prejudicar a capacidade do cérebro de fixar e recuperar informações. Pessoas que dormem mal ou que têm distúrbios do sono frequentemente relatam lapsos de memória.

Veja:  Descubra o poder surpreendente do mel na sua saúde se consumido diariamente!

Uso de medicamentos

Certos medicamentos, incluindo sedativos, hipnóticos, alguns analgésicos e medicamentos para ansiedade, podem contribuir para os lapsos de memória como efeito colateral. Sempre é importante verificar com um médico ou farmacêutico os efeitos colaterais da medicação.

Deficiências nutricionais

A falta de nutrientes essenciais, como vitaminas B12 e D, pode afetar a função cerebral e levar a problemas de memória. Uma dieta equilibrada, rica em frutas, vegetais, proteínas magras e grãos integrais, pode ajudar a manter a saúde cognitiva.

Idade avançada

À medida que envelhecemos, é comum que ocorram mudanças na capacidade cognitiva, incluindo a memória. Embora lapsos leves sejam normais, mudanças significativas na memória durante o envelhecimento podem também sinalizar condições mais sérias, como a doença de Alzheimer.

Julia de Almeida é uma redatora de conteúdo criativa, com mais de 5 anos de experiência em escrita para sites. Ela tem uma habilidade única para adaptar seu estilo de escrita a diferentes públicos e temas diversos. Ela é especialista em criar artigos…

Related Posts