Dicas e Truques

Quem pratica jogos mentais possui esses 5 hábitos!

Estes hábitos não são apenas pistas, são verdadeiras revelações do funcionamento interno de suas mentes.

Algumas pessoas movem-se pela vida como mestres da manipulação, sempre brincando com o sentimento das pessoas. Felizmente, tais indivíduos que praticam jogos mentais frequentemente exibem padrões de comportamento que, uma vez conhecidos, podem nos ajudar a identificá-los.

1. Narcisismo

Indivíduos com traços narcisistas demonstram um amor excessivo por si mesmos, muitas vezes à custa de ignorar suas próprias falhas. Esse narcisismo é mantido por uma percepção distorcida que só reconhece comparações favoráveis e desconsidera qualquer falha ou crítica.

Eles tendem a manipular conversas para que o foco permaneça em suas conquistas, diminuindo a importância ou até mesmo ignorando as contribuições e necessidades dos outros.

2. Maquiavelismo

O maquiavelismo refere-se à visão dos outros como meros instrumentos para alcançar objetivos próprios, não como seres humanos com seus próprios direitos e sentimentos. Pessoas maquiavélicas frequentemente empregam mentiras, manipulação e chantagem emocional para dirigir os comportamentos alheios de modo a favorecer seus próprios interesses. Eles são estrategistas e muitas vezes desconsideram o bem-estar dos outros se isso ajudar a atingir suas metas.

Veja:  De quanto em quanto tempo você precisa trocar a esponja? Descubra agora!

3. Minimização da dor alheia

Manipuladores muitas vezes minimizam ou desconsideram as emoções e dores dos outros, tratando-as como irrelevantes ou exageradas. Essa falta de empatia é uma ferramenta para enfraquecer o outro e evitar que suas próprias necessidades sejam colocadas em segundo plano. Ao invalidar as preocupações e sentimentos alheios, o manipulador mantém uma posição de controle e evita enfrentar responsabilidades emocionais.

4. Comportamento passivo-agressivo

A passividade-agressividade é uma forma comum de expressar descontentamento sem confrontação direta. Pessoas que praticam jogos mentais podem usar sarcasmo, críticas disfarçadas de piadas, e até o silêncio como forma de agressão indireta. Esses comportamentos permitem que o manipulador expresse hostilidade enquanto mantém uma fachada de inocência ou cordialidade, complicando a capacidade de resposta da vítima.

5. Necessidade de ser o centro das atenções

Manipuladores frequentemente buscam ser o foco principal em qualquer situação social e podem sentir-se ameaçados quando outros recebem atenção. Eles podem agir de forma a recuperar essa atenção, seja falando mais alto, interrompendo os outros ou usando outras táticas para assegurar que todos os olhares se voltem para eles​.

Ele é co-fundador do nosso site e um verdadeiro visionário em tecnologia e marketing digital. Com formação em jornalismo há 4 anos, ele combina sua paixão por comunicação com vasta experiência em escrita de blogs para compartilhar dicas práticas do dia a…